Ronaldo Rossi

Ronaldo Rossi é chef de cozinha autodidata, professor e consultor na área de gastronomia, cervejeiro, sommelier de cervejas, especialista em harmonizações e desenvolvimento de receitas com cervejas

56 Comments

  1. Marcia Gallardo
    26 de outubro de 2009 @ 23:42

    Otima a tua receita.
    Essa e a verdadeira receita de mantecau, sou filha de espanhois, sei o que estou dizendo.
    Cresci com o cheiro desses biscoitos na cozinha de casa. A unica alteracao da original da minha casa e que
    imprecendivelmente e feita com banha de porco, e minha
    mae acrescenta sementes de erva doce na massa, pois como a banha de porco e muito “pesada” a erva doce e acrescentada para ajudar na digestao, e nao se coloca
    goiabada, isso ja e coisa do nosso Brazil.

    • Ronaldo Rossi
      27 de outubro de 2009 @ 08:05

      oi Marcia
      não conhecia esse detalhe da erva doce, no mantecal, tenho receitas de biscoitinhos de erva doce que até são feitos com banha, mas não da mesma forma que o mantecal
      obrigado pela visita e pela comentário enriquecedor
      beijão

    • Tania
      18 de dezembro de 2013 @ 19:14

      Sou filha e neta de espanhóis, a receita vem de geração em geração. Tem que aquecer levemente a farinha de trigo com canela em pó, peneirar esses ingredientes e reservar.
      Peneirar o açúcar e acrescentar a banha, misturar bem com as mãos e acrescentar a farinha reservada. Fazer bolinhas e com o dedão fazer uma leve pressão no centro. Colocar na forma em forno médio pre aquecido por 15 minutos. Esse e o real mantecau espanhol.

  2. Marcia Gallardo
    26 de outubro de 2009 @ 23:44

    ooooops, quis dizer imprescendivelmente

  3. ondina Bueno Toricelli
    11 de maio de 2010 @ 14:12

    sou neta de espanhois. Minha avuela fazia muito. E não tinha goiabada não. Eram feitos de banha de porco acucar e trigo somente. Delicias de infancia. Só que não tenho a receita. Mto. obrigada. vou fazer. depois te conto. tchau.

    • Ronaldo Rossi
      11 de maio de 2010 @ 15:27

      olá Ondina
      minha avó não era espanhola mas falava isso que as espanholas faziam dessa forma mesmo que vc descreveu
      depois conta o que vc achou
      beijão

  4. reuter miranda
    23 de setembro de 2010 @ 14:15

    Olá Ronaldo,
    venho produzindo mantais á mais ou menos 8 meses, porém neste últimos trinta dias não estou conseguindo dar liga e quando consigo eles racham quando assam. Como resolver?
    Agradeço desde já

    Reuter Miranda

    • Ronaldo Rossi
      23 de setembro de 2010 @ 17:02

      oi Reuter
      o que vc fez de diferente?
      tente rever o seu processo, e se for o caso mande regular a temperatura do seu forno,
      isso pode fazer muita diferença
      abração

  5. reuter miranda
    24 de setembro de 2010 @ 10:24

    Olá Ronaldo, obrigado pela atenção, mas o problema está na massa, pois ela não etá dando liga, esfarela. A temperatura ambiente pode interferir?

    Grato

    Reuter

    • Ronaldo Rossi
      24 de setembro de 2010 @ 10:28

      olha Reuter
      poder até pode, mas se vc trabalhar a massa fria, o calor da sua mão ajudará a derreter um pouco a gordura
      tá mais com cara de falta de umidade
      abração

  6. Maria Otilia Torres
    5 de outubro de 2010 @ 23:49

    Olá tudo bem???
    Estava procurando essa receita de mantecal feita com gordura de porco, porque eu tinha uma vizinha que fazia e ficava uma delícia, mas infelizmente ela veio a falecer e eu nunca mais comi um mantecal tão bom quanto o dela.
    Virginia (esse era o nome dela e o apelido (MIQUINHA) que saudade de você.
    Agora vou fazer esta receita para ver se fica boa como a dela.
    Sem mais um grande abraço.
    Otilia

    • Ronaldo Rossi
      7 de outubro de 2010 @ 09:22

      oi Otília
      as receitas antigas eram feitas com a banha, minha avó sempre lembrava disso
      depois conta se ficou aos pés da receita da sua lembrança
      beijão

  7. Rosangela Velasquez
    11 de outubro de 2010 @ 00:15

    Oi Rossi,

    Estou feliz porque acabei de encontrar a receita do Mantecal que há muito tempo procuro na Internet.
    Lembrava dos ingredientes dessa receita, mas não das proporções.
    Minha avó fazia mantecal, quando eu era criança, tenho maior saudade daquele tempo.
    Para mim certas comidas estão relacionadas à uma lembrança afetiva, e o mantecal, sem dúvida, é uma delas.
    Lembro-me que assistia com atenção, à preparação desses biscoitos.
    A minha avó antes levava a farinha de trigo ao fogo,mais tarde aprendi na Faculdade de Gastronomia que se trata de uma técnica em que consiste na quebra as moléculas da farinha de trigo, para torná-la mais digestiva e menos pesada.
    E depois disso, ela acrescentava raspas de casca de limão, o que conferia um perfume singular ao mantecal. Em seguida, juntava a banha e o açúcar.
    Ela jamais usou goiabada, entretanto os mantecais ficavam deliciosos.
    Acredito que a goiabada não é empregada no mantecal espanhol.
    Gostaria de sua opinião.
    Obrigada pela receita. Vou preprará-la assim que houver oportunidade.
    Um abraço de
    Rosangela Velasquez

    • Ronaldo Rossi
      13 de outubro de 2010 @ 21:24

      oi Rosangela
      de fato a goiabada é um pitaco brasileiro na iguaria espanola
      eu adoro tb e te confesso que faz muuuuuuuuuuuito tempo que tb não como
      é um docinho com cara de avó mesmo né
      depois me conta como ficou
      beijão

  8. Valeria Gasques
    29 de outubro de 2010 @ 15:30

    Nossa, hj entrei na net p/ procurar justamente esta receita de mantecal com banha, esta sim é a verdadeira receita espanhola que ate hj depois da minha vozinha , só minha mae consegue fazer, mas eu e minhas primas nunca conseguimos, eles nao dao ponto. mas vamos continuar tentando.Obrigada por postar a receita, um abraço!

    • Ronaldo Rossi
      30 de outubro de 2010 @ 07:29

      oi Valeria
      acho que eu já contei essa história por aqui, mas a receita de mantecal é lembrança direta da minha avó tb
      e essa com banha, como ela aprendeu com uma família espanhola, longa a história daqui pra frente, rs
      beijão

  9. sonia regina rossi garcia
    10 de novembro de 2010 @ 21:37

    ola ronaldo,sou descedente de italiano e casei com decedente de espanhol,detestei essa bolachinha quando falaram q era feita com banha,mais hoje em dia sempre faço e com goiabada tmb,minha sogra ñ põe mas eu sim,fica uma delicia,de qualquer jeito e até presenteio amigos com ela,parabens por coloca-la para as pessoas q ñ conhecem.

    • Ronaldo Rossi
      12 de novembro de 2010 @ 09:52

      oi Sonia “Chará” de sobrenome
      há um certo preconceito mesmo quando algumas pessoas sabem da utilização da banha como base pra uma receita doce, mas essa é uma receita mais do que centenária, de uma época em que praticamente não tinhamos óleos vegetais além do azeite e que a manteiga era muito cara
      mas eu garanto que se a pessoa come sem saber vai gostar, depois que já comeu… já comeu né? rs.
      beijão

  10. Inês
    7 de janeiro de 2011 @ 09:31

    Oi,Ronaldo,;minha mãe sempre fazia essa biscoito delicioso,receita de familia,sobre o bicoito ela fazia uma mistura com gema e açúcar,fazia uma pequena depressão com o dedo,e colocava a mistura de gema,só de lembrar dá agua na boca. bjos.

    • Ronaldo Rossi
      7 de janeiro de 2011 @ 09:34

      oi Inês
      essa e não conhecia, mas um docinho de gemas não tem como sem ruim né?
      obrigado pela dica
      beijão

  11. alfredo
    23 de janeiro de 2011 @ 22:02

    O nosso mundo com certeza se torna mais feliz, tendo pessoas como voce.Que Deus continue a te abençoar sempre.

    • Ronaldo Rossi
      26 de janeiro de 2011 @ 14:52

      nossa Alfredo
      me emocionou
      muito obrigado pelas palavras
      e que nos abençoe dia a dia
      abração

  12. Vanessa
    3 de março de 2011 @ 17:50

    Olá, sou neta de espanhoís, minha vó sempre fez esse doce, ela faleceu a dois anos, e faz mais ou menos isso q eu nao como mantecal, como eu adoro cozinhar, principalmente pra fazer as coisas q minha vó fazia, eu resolvi procurar como se faz, e achei a sua receita, q é mto parecida com a dela… vou tentar fazer depois te conto

    bjs

    • Ronaldo Rossi
      24 de março de 2011 @ 12:22

      oi Vanessa fico aguardando pra saber o que vc achou
      beijão

  13. Angela Ovidia
    17 de maio de 2011 @ 10:05

    é banha de porco? Aquela que a gente frita o toucinho e deixa a gordura que sai dele endurecer?

    • Ronaldo Rossi
      18 de maio de 2011 @ 06:35

      oi Angela
      é de porco sim, mas vc compra pronta para o uso
      veja na área refrigerada dos supermercados
      beijão

  14. Paulo Afonso
    28 de maio de 2011 @ 15:23

    Ronaldo! Hoje, senti uma vontade danada de mantecal. Veio a imagem da minha avó na cabeça e é inesquecivel o mantecal da vó, espanhola de Villanueva del Trabuco(Málaga) Estava procurando a receita e encontrei a sua. A receita dela não levava goiabada, acredito que abrasileirada, mas a receita espanhola conheci com uma leve pulverizada de canela em pó. Abraço

    • Ronaldo Rossi
      30 de maio de 2011 @ 20:33

      é Paulo
      não tem uma vez que eu veja ou mantecal ou arroz doce que não lembre da minha velinha tb
      abração

  15. SOnia Rodondo
    9 de julho de 2011 @ 17:31

    Olá. Era uma receita que não faltava nos natais lá de casa. Minha mãe os guardava em latas de alumínio. Só que ela colocava essência de aniz (era receita de minha avó espanhola) então, a casa toda ficava cheirando a aniz. Ai! que saudade…

    • Ronaldo Rossi
      11 de julho de 2011 @ 14:49

      oi Sonia
      é engraçado como os comentários sobre o mantecal são, geralmente, carregados de saudade né?
      beijão

  16. Sandra A. Braga
    12 de julho de 2011 @ 12:55

    Nossa, eu vivo procurando a receita do mantecau, p/ver se sai ao menos parecido com o de minha avó espanhola de Granada,e o comentário da SOnia Rodondo, me fez lembrar, os biscoitos deviam mesmo de levar anisete, e sempre eram acompanhados de um licor de anisete…derretiam na boca..ai que saudades.

    • Ronaldo Rossi
      25 de julho de 2011 @ 22:10

      oi Sandra
      falei acima que essa receita tem mesmo gosto de saudade né?
      beijão

  17. Hellen
    9 de agosto de 2011 @ 17:12

    Boa tarde a todos, realmente essa receita é uma lembrança da infancia em especial as vovozinhas espanholas! Eu não sou diferente, perdi minha avó há algum empo, mas sua receita e saudosas lembranças se imortalizaram neste doce sabor.

    • Ronaldo Rossi
      17 de agosto de 2011 @ 09:23

      oi Helen
      a minha avó não era espanhola, mas ela tinha uma quase irmã que era
      mas bem vinda ao clube da saudade, hehe
      beijão

  18. Chris
    7 de dezembro de 2011 @ 01:53

    Alguém sabe como se chama Mantecal em espanhol? Será que alguém que ainda em vovózinhas espanholas poderia perguntar? Obrigada.

    • Ronaldo Rossi
      27 de setembro de 2012 @ 14:56

      deixo aberta a sua questão Chris pq eu tb não sei responder
      vamos aguardar

  19. Silmara Bertagnon
    3 de janeiro de 2012 @ 21:09

    Experimentem comer mantecal com o licor de Aniz. Fica divino, aprendi com uma amiga neste Natal.

    • Ronaldo Rossi
      5 de janeiro de 2012 @ 17:16

      oi Silmara, vc serviu o mantecal e o licor juntos ou é uma receita que leva mantecal?
      obrigado pela dica

  20. giselle
    14 de março de 2012 @ 17:55

    nossa!! a quanto tempo não como mantecal. minha vó paterna é espanhola e fazia muito esses biscoito, quando eramos criança e agora ela está com 98 anos e ja não faz mais, e nem fala também. eu gosto muito de cozinhar e ja tentei varias veses fazer mantecal e não deu certo. mais essa receita é muito parecida com a que ela fazia vou tentar depois falo se deu certo .
    muito obrigado pela receita bjs……….
    haaaaa ela tambem fazia umas rosquinha de pinga deliciosa q tambem nunca consegui fazer rsrsrsrs….

    • Ronaldo Rossi
      15 de setembro de 2012 @ 11:33

      oi Giselle
      vou ver se arrumo a receita de rosquinha de cachaça que eu tenho
      faz mais de uma década, certamente, que fiz pela ultima vez,
      assim que achar eu publico
      beijão

  21. Amanda Toledo
    22 de julho de 2012 @ 17:08

    Oi Ronaldo… Hoje de manhã minha mãe me disse para procurar uma receita de mantecal feita com banha de porco, achei estranho, mais fiz o que ela me pediu, achei sua página, li a receita e passei pra ela, como eu vi que ia pedacinho de goiabada, me recordei de qual docinho ela se referia, confesso que depois de pronto, quando fui provar, me surpreendi, é diferente, uma massa q derrete na boca, um sabor que não dá pra explicar… não imaginava que isso era tão gostoso, e ela fez com recheio de geléia de ameixa, ficou excelente. A sua receita é maravilhosa… me lembro de comer isso quando era mais pequena, mais era comprado em casas de biscoitos, comia muita bolachinha de nata feita pela minha mãe mesmo, mais essa receita é simplesmente muito saborosa. Minha avó adorou, disse que é o mesmo sabor de quando ela comia no sítio quando era mais moça.

    • Ronaldo Rossi
      8 de setembro de 2012 @ 12:09

      oi Amanda
      que legal poder ler isso mais uma vez
      beijão pra vc e pra vovó

  22. Rodrigo Ribeiro
    7 de agosto de 2012 @ 14:27

    Boa tarde a todos, e principalmente ao SR. Ronaldo.
    Realmnte o mantecal está incrustrado na Alma Gastronômica Espanhola. Aprendi com minha Bisavó essa receita, desde muito cedo, acho que tinha uns sete ou oito anos. Minha Bisa aprendeu essa receita com sua mãe e avó que eram do Sefarde, nome que designava a Ibéria em Hebraico.Ou seja, eram de origem Judaica. Mas chegando onde quero, o mantecal não é um doce espanhol !!! Ele foi levado para aquela região no período das Expanções Islâmicas,e era feito com manteiga, e não com gordura de porco. Essa só passou a ser utilizada após a expulsão de Muçulmanos e Judeus em 1492, pois a Inquisição obrigava o uso de produtos suínos aos recém convertidos, e com isso, muitos daquela região passaram a utilizar a banha, porém há pessoas que mantém os antigos costumes alimentares e fazem essa preparação obedecendo a receita original árabe. Obrigado e foi somente para constar, pois comer é muito bom, mas comer com Conhecimento e com História é melhor ainda !!!

    • Ronaldo Rossi
      8 de setembro de 2012 @ 11:56

      fala Rodrigo, muito obrigado por ter divido conosco o seu conhecimento, abração

  23. Rosana
    14 de agosto de 2012 @ 23:32

    Minha avó Amparo era espanhola de Valência e fazia esses biscoitinhos. Ela acrescentava à receita algumas colheres de sopa de licor de anis. A casa ficava perfumada enquanto os biscoitinhos assavam. Uma delícia de sentir e de provar. Um delicioso gosto de infância e um aroma inesquecível de saudade!

    • Ronaldo Rossi
      8 de setembro de 2012 @ 11:50

      oi Rosana é o máximo ler as histórias que me chegaram em função dessa receita
      obrigado por dividir a sua conosco
      beijão

  24. Janaina Fuentes
    24 de setembro de 2012 @ 20:15

    Vendo todos esses comentários saudosistas, lembrei-me que há anos pedi a receita da família à uma tia-avó que fazia muito desses mantecais. Nossa receita é ligeiramente diferente em questões de proporção (veja que é uma receita de gente simples…):
    1 mão de farinha de trigo; 1 mão de açúcar e 1 mão de banha. Para perfumar, um punhado de erva-doce “esfregado” com as palmas da mão.
    Nesta receita, você só pode mexer nos mantecais quando eles estão completamente frios (por causa da menor quantidade de farinha, eles são extremamente delicados). Também não dá pra substituir a banha por manteiga ou gordura vegetal.

    • Ronaldo Rossi
      25 de setembro de 2012 @ 13:04

      oi Janaina
      e as coisas funcionavam não é?
      se eu tentasse explicar pra minha avó que era uma questão de proporção provavelmente ela não entenderia,
      acho que se vc falasse para a sua que um punhado era o mesmo que uma xícara, se fosse usado para todos os ingredientes, acho que o caso seria igual
      qdo eu tinha uns 15 anos comecei a organizar as receitas que eram da minha mãe e da minha avó, e vi várias dessas que apresentavam como medida:
      uma xícara não muito grande, o fundo de um prato, um pires de café e por ai vai
      claro que as receitas davam certo pq elas faziam as mesmas preparações há muito anos, mas nesse caso é bem legal que os tempos tenham mudado, não é?
      beijão

  25. Raul.morillo
    13 de maio de 2013 @ 11:00

    Minha mãe era espanhola da catalunha e fazia com gordura animal mas hoje utilizo a vegetal na seguinte proporção : 1 porção de gordura para duas de farinha e 20% de açúcar e 20 % de licor de anis tomando como base a gordura.

    Depois de bem homogeneizada amasse na espessura de menos de 1 cm – se consegue mais facilmente utilizando um papel manteiga sobre a massa e um rolo – corte com um molde redondo de aproximadamente 4 cm .

    leve ao forno com 200 a 220 graus e quando ficar cor de palha no fundo esta no ponto . Não toque neles antes de esfriar totalmente . Passe açúcar um a um como se fosse fazer a milanesa .
    Fica divino como acompanhante de licor , cafe etc .

  26. Maria Garcia
    27 de junho de 2014 @ 08:01

    lembro dos mantecal da minha avó espanhola feito em forno de lenha quando criança ficava sempre ao lado dela quando cozinhava e me lembro que ela colocava pinga aquele aroma era uma delicia …mas não consigo encontrar receita que vai pinga

    • Ronaldo Rossi
      30 de junho de 2014 @ 18:00

      oi Maria, não lembro de ter visto mantecal com pinga
      fiquei curioso agora, caso vc ache um dia divida conosco
      boa sorte
      beijão

  27. sonia cintra
    27 de julho de 2014 @ 14:35

    Por favor..poderiam me dar uma base à qto o mantecal pode ser vendido??? Receitas maravilha!!!
    Obrigado. Sonia

    • Ronaldo Rossi
      28 de maio de 2015 @ 12:57

      não sei Sonia
      mas faça a sua base de custos e multiplique por 3, de uma forma simples
      vc teria uma parte dos custos de matérias primas, uma parte para outros custos como gás, água, detergente para lavar tudo depois, embalagem…
      e uma parte seria o seu lucro
      boa sorte

  28. Dayana Forcassin
    26 de janeiro de 2015 @ 12:48

    Oi Ronaldo, esta e a receita mesmo faço desde pequena com minha avó, mas a receita original não e goiabada e sim gema com açúcar, faz uma depressão com o dedo no mantecal e coloca esta mistura e leva para assar. Delicioso .. Bjos.

  29. Raquel Simone angelico
    10 de julho de 2015 @ 23:32

    Eu também vendo mantecal com gordura vegetal agora vou fazer com banha valeu a dica

  30. Raquel Simone angelico
    10 de julho de 2015 @ 23:34

    Valeu a dica vou fazer agora com banha tudo de bom eu vendo mantê cal